quarta-feira, 24 de agosto de 2016

PAINÉIS DE COMANDOS ELÉTRICOS, ONDE PODE SER USADO?

O painel de comando pode ser usado em diversos tipos de aplicação, tais como para partidas diretas de motores, partidas com soft starters, partidas com inversores de frequência, painéis de máquinas, automação com CLPs, entre outros.



painel de comando é caracterizado por possuir botões ou dispositivos que acionam equipamentos, geralmente através de contatores e relés

Painel de comando elétrico de bombas. Este tipo de quadro é utilizado para acionamento de bombas de recalque, bombas de incêndio, entre outros.
Lembrando que no quadro de bombas de incêndio não deve-se utilizar relé térmico e seu contato auxiliar não deve estar presente no comando elétrico deste quadro, isso por exigências do Corpo de Bombeiros, pois em uma situação de sinistro no qual a temperatura é elevada, caso exista uma proteção térmica, é comum que a mesma atue em função da temperatura, mas para estes casos, a Bomba de incêndio não pode parar até que se for o caso queime.
Painel de comando elétrico para partida com soft starter. Este tipo de quadro é recomendado para partidas de motores de grande potência, uma vez que a função do soft starter e suavizar a partida do motor, ou seja, diminuir o pico de corrente no momento em que o motor está saindo da inércia, preservando toda a instalação elétrica e equipamentos a ela ligados.
Painel de comando elétrico para partida com inversor de frequência. Este tipo de quadro é recomendado para quadros de motores ou bombas onde se deseja fazer o controle da velocidade de operação. Através do inversor de frequência é possível fazer esse controle e estabelecer rampas de aceleração e desaceleração dos motores. Comumente é aplicado em máquinas operatrizes, ventiladores, bombas de enchimento, etc.
Painel de comando elétrico com utilização de Controlador Lógico Programável (CLP). Este é um tipo de painel um pouco mais sofisticado por possuir um equipamento de controle. O CLP possibilita fazer a automação de diversos sistemas que podem ser facilmente alterados apenas mudando a programação contida dentro da memória deste equipamento. Assim como os outros, este painel também possui comando e os dispositivos desse comando são ligados nas entradas do CLP. As suas saídas são responsáveis por fazer o acionamento dos equipamentos.

Para saber mais sobre Painéis de Comandos Emplac, entre em contato com nossos vendedores pelo telefone (14) 3471-3079.

            

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

GERADOR DE ENERGIA ELÉTRICA

Praticamente indispensável nos dias atuais, a energia elétrica é responsável pelo funcionamento de chuveiros, televisores, computadores, micro-ondas e diversos outros aparelhos de uso doméstico. Além disso, muitos estabelecimentos dependem diretamente da eletricidade para funcionar de maneira segura e sem prejudicar ninguém. É o caso de hospitais, aeroportos, frigoríficos e espaços para eventos.
gerador de energia é um equipamento que supre justamente essa necessidade energética, garantindo o fornecimento de energia elétrica mesmo em caso de falhas ou interferências na rede elétrica local. Trata-se de um dispositivo confiável, versátil e que pode ser acionado a qualquer momento, funcionando como fonte de energia principal ou auxiliar.

Composto basicamente por gerador, tanque de combustível e motor responsável pelo acionamento do equipamento, o gerador de eletricidade com motor que funciona a partir da queima de combustível que, por sua vez, movimenta um eixo central. A energia mecânica resultante dessa movimentação é transformada em energia elétrica graças à ação de um alternador.

Vantagens do gerador
• Segurança: o gerador de eletricidade garante o funcionamento da iluminação, pública ou privada, mesmo em regiões que sofrem com apagões e quedas constantes de luz. Além disso, em caso de quedas de energia, o equipamento mantém câmeras de segurança e alarmes em pleno funcionamento;

• Agilidade: o gerador elétrico é um equipamento de resposta rápida. Assim que for detectada a interrupção no fornecimento de energia, o equipamento entra em ação, suprindo as necessidades energéticas do estabelecimento;

• Silencioso: mesmo sendo um equipamento de grande porte, o gerador de eletricidade não gera ruídos capazes de incomodar moradores, funcionários ou clientes;

• Versatilidade: trata-se de uma solução que pode ser aplicada nos mais variados ambientes, como hospitais, escolas, condomínios residenciais, edifícios comerciais, indústrias, faculdades, bem como eventos de grande porte.


Segurança em primeiro lugar
Como em qualquer instalação elétrica, também no gerador o quadro de distribuição é um dos principais itens de segurança, abrigando um ou mais dispositivos de proteção e a conexão dos condutores elétricos interligados a eles. Assim, ele faz a distribuição de energia aos diversos circuitos, que, por sua vez, devem ser montados de forma que possam ser seccionados individualmente, sem risco de que haja uma alimentação imprudente. O quadro deve garantir a distribuição da energia de forma perfeita dos geradores aos pontos de consumo, mas também incorporar a proteção termomagnética através de disjuntores de diversas capacidades ou de capacidade adequada à potência da máquina. Os quadros podem ser manuais ou automáticos.
Painel de Comando Emplac: uma dica para o acionamento do seu gerador de energia elétrica!

            

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

NOVO PADRÃO DE PLUGUES E TOMADAS (NBR14136)

Com a criação do Padrão Brasileiro de Plugues e Tomadas, o nosso mercado passa a comercializar apenas dois modelos de plugues e tomadas. Nele, os plugues possuem dois ou três pinos redondos e as tomadas três orifícios de 4 mm ou 4,8 mm.

O padrão foi criado, acima de tudo, para dar mais segurança ao consumidor, ao diminuir a possibilidade de choques elétricos, incêndios e mortes. Nos últimos dez anos, o DataSUS registrou 13.776 internações com 379 óbitos e mais 15.418 mortes imediatas decorrentes de acidentes relativos à exposição a correntes elétricas em residências, escolas, asilos e locais de trabalho. Além disso, dentre os acidentados, o choque elétrico é a terceira maior causa de morte infantil.

Antes: risco para a segurança

Antes da padronização, o consumidor convivia com mais de 12 tipos de plugues e oito tipos de tomadas diferentes, o que tornava necessário o uso indiscriminado de frágeis adaptadores para ligação dos aparelhos, com diferentes plugues nos diversos modelos de tomadas existentes. Em alguns casos, os formatos e as potências distintas dos aparelhos tornavam o ato de ligá-los uma ameaça à segurança do usuário. Entendendo o impacto que poderia provocar a mudança, o Inmetro resolveu certificar os adaptadores, de maneira a tornar a transição mais suave.


Novos plugues com 3 pinos

Os plugues de três pinos são utilizados em aparelhos que necessitam de aterramento (como: ar-condicionado, refrigeradores, computadores, etc.), uma vez que o terceiro pino realiza a ligação com o fio terra, evitando que o consumidor sofra um choque elétrico ao ligar aparelhos que estejam em curto-circuito.


Novo formato contra acidentes

As tomadas possuem um novo formato, em poço, para dificultar o contato do dedo com a corrente elétrica e impedir que seja inserido somente um pino do plugue, evitando o contato acidental do usuário. Os novos plugues vêm com um sistema que evita sobrecarga e aquecimento e também propiciam melhor acoplamento com seus terminais. Esses fatores tornaram o plugue mais seguro e também econômico, uma vez que eles evitam a perda de energia.


Segurança e economia

As mudanças não param por ai: agora há duas configurações para plugues e para as tomadas. Plugues com o diâmetro mais fino (4 mm), para aparelhos com corrente nominal de até 10 ampères e os plugues mais grossos (4,8 mm) , para equipamentos que operam em até 20 ampères. Essa distinção se fez necessária para garantir a segurança dos consumidores, pois evita a ligação de equipamentos de maior potência em um ponto não especialmente projetado para essa ação. Além disso, é fonte de economia, pois só equipamentos que consomem mais necessitariam de uma tomada mais robusta, portanto mais cara.


Obs: todos produtos Emplac estão de acordo com a nova norma de plugues e tomadas.


            

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

ENERGIA SOLAR PODE GERAR ECONOMIA ENTRE 50% A 95% EM SUA CONTA

O uso da energia solar em residências é promessa de economia. Não é possível, no entanto, dizer com precisão em quanto a conta de luz será reduzida com a instalação dos painéis, pois isso depende de uma série de fatores, como a média de consumo mensal, a variação nos preços da energia e a imprevisibilidade do clima. 

Apesar disso, é possível estimar a diminuição de gastos. Normalmente, a energia solar gera economia que varia entre 50% e 95%. Após algum tempo, que, em média, é de sete anos, o investimento acaba sendo pago automaticamente pelo dinheiro economizado com o corte de custos. 

Gerar energia por meio de um painel solar é uma ótima opção no Brasil, pois o País é um dos que mais têm incidência de raios solares. Isso faz com que uma grande quantidade de energia esteja disponível para ser captada.

Outros benefícios
Além da economia diretamente relacionada à conta de luz, existem diversos outros benefícios relacionados ao uso da energia captada do Sol. Confira abaixo quais são e como eles se manifestam: 

Energia limpa: este tipo de energia não causa poluição alguma durante sua utilização. A fabricação de um painel solar pode poluir, mas essa questão é facilmente controlável e não causa maiores impactos ao meio ambiente. 

Manutenção: a necessidade de realizar manutenções no painel solar faz com que este equipamento acabe gerando não somente a economia na conta de luz, mas também evite gastos extras com eventuais consertos. 

Melhora nos Equipamentos: com o passar do tempo, o painel solar vai se tornando um equipamento cada vez mais potente. Além disso, o preço vem se tornando mais acessível, fazendo com que este modelo se torne mais viável economicamente. 

Alcance: em países como o Brasil, de clima tropical, este modelo energético é capaz de alcançar praticamente todo o território. Portanto, a energia solar torna-se excelente para locais mais afastados dos centros de produção de energia, pois a redução na procura faz com que a perda de energia no caminho seja diminuída.